segunda-feira, 29 de abril de 2013

As Long As You Love Me - Cap (03)

                                                         Afinal, aquilo que amamos sempre será parte de nós.



_Cala a boca -murmurei olhando pra janela-

Entramos por várias ruas que meus olhos não conhecia , já estava começando a ficar um pouco com medo eu mal o conhecia , eu estou dentro de um carro com um desconhecido . Minha boca se abriu completamente quando entramos por um portão gigante e automático uma casa luxuosa igual a minha a única diferencia é que lá havia vários seguranças , onde eu fui me meter ?

_Vo-você mora aqui ? -gaguejei olhando pela janela a incrível mansão-

Justin: acho que sim -ele estacionou em um jardim-

Só fiz pegar na maçaneta da porta mais não cheguei a abrir por que se abriu sozinha , quer dizer alguém por fora abriu , um rapaz bem vestido e bonito pelo visto . Desci com cuidado com ajuda do rapaz elegante que abriu a porta , fiquei encantada com seus par de olhos verdes posso dizer que fiquei hipnotizada .

Justin: vamos andar logo com isso -disse impaciente indo em direção a porta da mansão-

_Tchau -sorri para o moço que me retribuiu com o mesmo-

Passei pela porta admirando toda a mobília antiga e luxuosa , um bom gosto uma bela casa clássica se é que você me entende . 

xXx: HEY DREW! -alguém gritou mais não conseguia ver quem era havia uma parede que me atrapalhava , mais dava para ver Justin- Cara você não sabe o carro que acabei de....CARALHO MANO QUEM É ESSA ? -um jovem mas baixo que eu coisa pouca , cabelo caidinho para o lado algumas sardinhas com algumas sardinhas clarinhas no rosto-

_Oi -disse meio sem graça-

xXx: oi sou Ryan -ele apareceu na frente do nada todo sorridente-

xXx: eu sou Chaz -o garoto com sardinhas claras tomou a frente de Ryan-

xXx: deixe-me apresentar -ele deu um empurrão nos dois- sou Christian mais pode me chamar de Chris -ele me deu um beijo na bochecha-

_Sou (SN) -sorri tímida-

Justin: bando de cuzão -ele disse meio bravo indo em direção há umas escadas- ela já tem namorado -foi subindo a- da pra andar logo ? -idiota me vendo com o pé machucado e quer que ande correndo , fui seguindo ele até chegar no corredor enorme com várias portas , passamos por três até ele parar em uma delas e abri-la . Um quarto branco com mobílias com madeira , edredom branquinhos feito neve , cama arrumada tudo em seu devido lugar .um barulho estranho saiu do banheiro , dei de cara com a empregada saindo sabia que ele não era tão organizado assim sem ter uma carta na manga , fiquei no canto do quarto ele jogou minha bolsa na cama e saiu indo para o closet .

_Seu quarto ? -comecei a fuçar uma caixinha em cima do comodo- 

Justin: meu quarto , minhas coisas , minhas regras -ele apareceu do nada fechando com tudo a caixinha de madeira e colocando dentro do armário-

_Tá bom , não tá mais aqui quem falou -sentei na cama , a dor em meu pé voltou mais forte-

Justin saiu por três minutos do quarto voltando com uma faixa na mão e um spray na outra .

_Pra que isso ? -ele se ajoelhou no chão em minha frente pegando cuidadosamente-

Justin: Isso aqui vai inchar se não for tratado logo -ele apertou a parte de cima do spray fazendo o ar frio bater forte em minha pele , logo em seguida ele pegou a faixa branca e começou a rodar sobre o meu pé- pronto -ele pegou o meu calcanhar colocando levemente no chão , se levantou e saiu em direção a um porta branca- vou tomar um banho , não mexa , não olhe e se puder não respire perto de nada -ele se virou me encarando-

_HAHA engraçadinho -amostrei o dedo do meio pra ele que bateu a porta quando entro no banheiro-

Comecei a bater meus dedos em minha perna freneticamente de impaciência , olhei para a gaveta onde ele guardou a caixinha de madeira , me levantei da cama e fui até lá abri a gaveta e puxei para mim , minha mente ficou se repetindo " abro ? ou não abro ? " várias vezes , fiquei ali analisando por uns 5 min , Destranquei ela e criei coragem em abri-la mesmo aquilo sendo errado . Foi muito rápido , não pude ver o que havia lá dentro mais vi que era uma foto e vários papéis , fui empurrada fortemente contra a parede sem ter nenhum jeito de escapar a caixa caiu de minha mão . Sua mão foi até minha garganta me sufocando , seu corpo coberto com apenas uma toalha foi prensado junto ao meu .

_Me...Larga -disse com dificuldades em respirar-

Justin: eu te falei pra não tocar em nada -ele apertou com mais força minha garganta-

_Não consigo...respi...rar -comecei a socar seu peito , ele soltou mais- SEU IDIOTA , FILHO DA PUTA QUER ME MATAR ?

Justin: o que você disse ? -seu ódio transbordava pelo seus olhos-

_ISSO MESMO QUE VOCÊ OUVIU , VAI BATER EM MULHER ? JÁ TEM ESSE COSTUME ?-sua mão serrou em punho aquilo seria em cheio em meu rosto , fechei meus olhos já esperando pelo pior senti um ar gelado pelo meu rosto e logo em seguida um estrondo na parede , abri meus olhos devagar e ele me encarava com a mesma expressão de raiva mais além disso era de tristeza , dor algo que o sufocava . Ele havia socado a parede bem perto de meu rosto- O que você tem garoto ? -disse perplexa com o ocorrido-

Justin: vai embora -ele se afastou nervoso ficando de costas para mim-

_Mas...-ele rapidamente se virou vindo em minha direção , segurou em meu braço forte e com a outra pegou minha bolsa me tirando a força do quarto-

Justin: falei pra ir embora -ele disse antes de fechar a porta com tudo--

Fiquei pensando no que tinha dito , acho que toquei no ponto fraco dele pra ele virar um monstro pior que já é . Peguei minha bolsa do chão e sai mancando pelas escadas até chegar ao térreo , fui surpreendida por uma voz que já era conhecida que vinha da sala era o Ryan acho que era esse o nome dele .

Ryan: acho que alguém precisa de uma carona -ele balançou as chaves-

_Como sabe ? -franzi o senho-

Ryan: o cabeça dura me passou pelo rádio -começamos a caminhar pra fora da casa-

_O que aquele garoto tem ? ele quase me matou enforcada -disse me lembrando da cena , Ryan abriu a porta do carro para mim que não era o mesmo que tinha vindo antes-

Ryan: Justin é um cara legal , mais pra ele ter chegado a esse ponto você deve ter feito ou dito algo que não devia -ele deu a partida saindo da mansão-

_Eu posso processa-lo , ele não sabe com quem está se metendo -passei o sinto sobre mim-

Ryan: garota -ele tirou os olhos da estrada olhando para mim sorrindo debochado- você que não faz ideia com quem está mexendo-

Ignorei suas palavras e desviei meu olhar dele olhando para o lado de fora , imaginando o que de misterioso aquele garoto escondia , será mesmo um dever meu me intrometer ? será que eu posso ajuda-lô ? mais por que eu quero ?



QUERO VER COMENTÁRIOS VINDO DE VOCÊS AGORA



3 comentários:

  1. Queeeee perfeitooo !!! Como o Justin ta um cavalo shushushus ¬¬'
    Continua logo ;)

    ResponderExcluir
  2. oww ta perfeito... ameiii >< continua :)))

    ResponderExcluir