sábado, 22 de junho de 2013

As Long As You Love Me - Cap (34)



" se o presso por ser feliz , é ser um pouco idiota , foda-se é melhor do que ser 

infeliz " 



E assim dormi , com a melhor sensação que ninguém poderia me dar . Que nenhuma tranca , porta , cadeado ou seguranças me daria , eu estava abraçada ao meu mundo .

Os pássaros cantava anunciando o nascer do dia , não era o nascer do dia mas por que já eram mais de 12:00 da tarde. Peguei a camisa que Justin estava na noite anterior e coloquei minha calcinha e sutiã e fui até o banheiro lavar meu rosto e escovar meus dentes e sai de ponta de pés do quarto pra ir até a cozinha . Cheguei lá dando de cara com nada pronto e foi ai que lembrei que Margaret estava viajando e eu tinha dispensado Sophia , eu já podia me desesperar por que não sabia cozinhar nada . Peguei a lista telefônica as pressas  dentro de um dos armários de lá mesmo que sem exagero algum pesava uns 15kg . Soltei ela em cima do balcão e comecei a procurar de uma forma desesperadora , até encontrar um restaurante Italiano . Fui até a sala e peguei o telefone da casa e disquei o número que estava escrito no segundo toque alguém com uma voz masculina atendeu . Pedi que entrega-se macarrão a bolonhesa o preferido de Justin e que fise-se a entrega pelos fundos . Passou-se mais de 45min quando a campainha eletrônica tocou e apareceu o entregador no visor lá na cozinha . Liberei sua passagem e ele bateu na porta amadeirada que separava para entrar dentro da casa , fui até a mesinha perto da sala e peguei a carteira de Justin e retirei 80 dólares com certeza não faria nem cócegas nele , abri a porta e recebi o entregador .

_Olá -sorri em um aceno- aqui está -entreguei o dinheiro o cara me observava de uma forma muito estranha sua boca estava aberta e seus olhos me analisavam dos pés a cabeça demorou um pouco para que ele pegasse o dinheiro tive que pigarrear para ele acordar .

xXx: é-é...sã-são 60 dó-dólares -disse gaguejando quase não entendi o que ele tinha falado , ele abaixou o olhar e retirou o troco do bolso e me entregou-

_Obrigado -disse pegando a comida das mãos deles bem devagar franzindo o senho-

xXx: de-de na...-fechei a porta na cara dele ,  falta de educação não era falta de paciência mesmo-

Corri com as sacolas nas mãos até a cozinha desembrulhando tudo e colocando dentro de uma tigela o macarrão e o molho em outra , sujei um pouco algumas panelas pra tentar disfarçar bem e coloquei os pratos e talheres na mesa . Ouvi um barulho de passos vindo da escada e foi ai que vi as sacolas em cima da mesa indicando o nome do restaurante " Buon Appetito " corri e peguei elas jogando no lado de fora pela a porta de vidro da cozinha . Justin apareceu na porta com a mesma cara de sono de todos os dias , seu cabelo bagunçado e vestia um shorts apenas .

_Bom dia amor -escorei meu corpo na pia-

Justin: bom dia -ele sempre acordava com mau humor já estava acostumada mesmo- nossa quem fez essa comida toda ? Sophia voltou ? quer dizer Margaret ?

Bufei revirando os olhos e cruzando meus braços .

_Não né , foi eu -fui em direção a mesa-

Justin: desde quando você sabe cozinhar ?

_Tem muita coisa que você ainda não sabe sobre mim -dei de ombros começando a me servir enquanto ele pegava o suco na geladeira e voltou até a mesa- 

Justin: macarrão...-ele retirou a tampa de cima do molho- a bolonhesa ?

_Não é o seu preferido ? -coloquei o molho por cima-

Justin: é...-ele me observava como os olhos semi serrados-

Sorri para ele em forma de descontração e começamos a comer , Justin comia  desconfiado té se manifestar mais uma vez .

Justin: esse tempero...-disse com a boca cheia- é meio conhecido , qual você usou ?

_Hum...é...sabe né um mágico nunca revela seu segredo -pigarrei olhando por baixo-

Justin: parece com o do Buon Appetito -ele deu de ombros dando uma garfada-

Paralisei por um momento depois voltei a olhar para ele normalmente , ele não poderia saber que eu não sei cozinhar , que meu miojo seca . 

_Não sei do que está falando -dei de ombros tentando disfarçar-

Terminamos de comer e retirei os pratos da mesa colocando na pia , comecei a lavar enquanto Justin subiu no balcão da pia e começou a me empurrar de leve com o pé .

_Justin para ! -falei lavando os talheres , e mais uma vez ele me empurrou a cada vez que ele fazia isso dava uma gargalhada enquanto eu só me enchia de raiva-  Justin acho bom você parar -disse séria dessa vez a brincadeira já estava ficando sem graça-

Justin: adoro quando você fica irritada -ele pegou o pano de prato e bateu no meu braço rindo- 

_Eu não estou irritada .

Justin: ah não -disse fazendo cara de surpreso- e por que esta derramando metade do detergente na esponja ?

Foi ai que vi o tanto de força que apertava aquela garrafinha ensopando tudo . A minha raiva não era pelo fato dele me empurrar e sim por ele sempre querer voltar a falar da sua putinha Sophia . Ignorei ele jogando a esponja na pia retirando o exesso .

_Eu lavo e você enxuga -não olhei para ele-

Justin: eu ? isso é coisa de mulher -ele se negou , apenas o lhe lancei um olhar mortal o que fez ele entrar em temor e se levantar- vou começar pelos pratos -ele deu a volta ficando ao meu lado- quero te levar pra sair hoje , termina logo isso  .

_Hum , sair ? para onde ?

Justin: segredo -tombou a cabeça pro lado me dando um beijinho , sorri eufórica pra ele e envolvi meu braços molhados por volta do seu pescoço pulando igual a uma mola e me pendurei-

Em mais o menos 5min eu já tinha acabado de lavar tudo , subi as escadas correndo para tomar um banho e vesti a mesma roupa que estava ontem , é tenho que trazer algumas para cá , não da esse vai e vem . Desci com os meus cabelos soltos e molhados , Justin já me esperava todo tomado banho , hum terminou antes de mim ? tudo bem né .

Justin: quero te mostrar uma coisa antes de irmos -ele entrelaçou nossas mãos e colocou os óculos escuros e saiu me puxando para o lado de fora-

Começamos a andar em direção aos fundos da casa , era estranho mais quando se trata de Justin Bieber ai é que fica mais ainda. Paramos de frente em uma porta de metal automática toda cromada e cheia de grades além da porta a qual eu nunca tinha visto ali . Justin retirou um mini controle de metal do bolso e apertou um único botão que havia ali abrindo a porta inesperadamente . Minha boca caiu chegando ao chão quando vi aquele lugar , o brilho deles desfalcava tudo que tinha ali era uma garagem com mais de vinte carros que eu pude ver , carro de raxas luxuosos me soltei da mão dele e entrei naquele lugar inacreditável , como não tinha visto isso antes ? passei a ponta dos dedos em uma  Mercedes SLR McLaren com certeza era a mais perfeita daquele lugar com o motor biturbo que chega a 625 cavalos de potência .

Justin: legal não ? -ele veio caminhado pro meu lado- meus bebês -seu sorriso transparecia a todo momento-

_É...de mais -caminhei para outro carro- mais o que tem de carros bonitos , tem de velharia -apontei para um carro que acho que era dos anos 60-

Justin: TÁ LOUCA ? -disse em um grito- isso é raridade , vou deixar você escolher em qual vamos sair agora -ele se encostou no capô de um-

_Posso dirigir ? -disse batendo palminhas-

Justin: é.....não ? -ele se fez de surpreso rindo-

_Idiota -sai andando entre os carros a procura de um que fosse digamos , diferente- JUSTIN ESSE -gritei , estava meio longe dele , ele veio até mim parando em frente ao carro- vamos nesse amor -pisquei três vezes bem rápido- 
(Bugatti Veyron 16.4)

Justin: ótima escolha -disse indo ao mural onde ficava todas as chaves-

Entrei por cima mesmo pulando a porta e ocupei meu lugar , Justin entrou e ligou o carro deixando soar o barulho monstro do motor era assustador a potência daquele carro . Com um arranque brusco saímos da garagem , Justin estendeu a mão pra cima sem parar o carro e apertou novamente o botão e logo os carros desapareceram assim que fechou todas as portas . Assim cruzamos o portão e fomos para minha casa coisa que não durou muito com aquele carro voando praticamente . Subi pro meu quarto e só fiz trocar de roupa e passar um pouco de maquiagem coloquei os meus cabelos no lugar e desci de volta ao encontro dele que estava encostado no carro e me olhou perplexo .

Justin: você não vai com isso ai . -ele se referia a saia-

_O que ? -eu não estava ouvindo isso-

Justin: pro lugar que eu vu te levar você não vai com ela -ele negou com a cabeça retirando as mãos do bolço e cruzando os braços-

_Tá maluco ? eu não vou trocar de roupa .

Justin: tudo bem , então não vamos a lugar algum -ele deu de ombros se se importar-

_Justin...para com isso -disse calma-

Justin: não tô fazendo nada , quem está é você .

_QUE MERDA VAI FAZER GUERRA POR UMA SAIA ?

Justin: ah , é uma saia ? achei que fosse um cachecol -ele apontou para ela-

_Justin , você está pagando de idiota -cruzei os braços e comecei a bater o pé sem paciência-

Justin: só cuido do que é meu .

_AAAAAAAAAAAH -sai batendo os pés de volta aquela casa , IDIOTA , IDIOTA , IDIOTA era isso que ele era por que fui me apaixonar por uma pessoa feito essa em ? me diz ? voltei ao meu closet quebrando praticamente tudo , porta , gaveta . Vesti a primeira que veio em minha frente e voltei pra onde ele estava com um sorriso satisfeito .


Justin: eu só reclamei da saia e não da blusa -disse rindo assim que entrei e ele também-

_Claro , não combinava -me afundei no banco com raiva-

Antes que eu pudesse começar com os comentários do quanto ele foi infantil ele me roubou um beijo sem desmanchar seu sorrisinho de sarcasmo .

Justin: eu sou o único que posso te enxergar com outros olhos -disse próximo aos meus lábios-

_Entra na fila baby -disse provocando o que não funcionou , ele sorri maroto como se eu tivesse falado a coisa certa e se ajeitou no banco dando a partida-

O vento temperado nem frio e nem quente lambia minhas bochechas que ficavam coradas , o vento forte em meus cabelos batia neles bagunçando eles . Justin retirou o meu cinto e olhou para mim .

Justin: levanta e abre os braços .

_Justin ah claro quer que eu morra só pode .

Justin: faz o que estou mandando , você vai adorar .

Me levantei com o carro em movimento , ficando de joelhos no acento e depois me segurei no banco e enfim me levantei abrindo os braços . Quebra de correntes. Sensação de liberdade. Reflexão. Inteligência superior. Confusão de sentimentos por longo prazo descoberta há pouco. Alívio. Ódio desfeito. Mágoa perpétua. Serenidade adversativa. Paz. Jamais mesmo, porque você é muito especial, nada nem ninguém pode me separar de você, e mesmo que o mundo inteiro conspire contra nós, eu não vou desistir de você."

Depois de um tempo voltei a me sentar , toda raiva era só do momento não tinha como , eu o amava . Amava o jeito protetor dele , ciumento , o jeito que ele me olhava , que me acariciava eu amava tudo nele .

Justin: chegamos -disse parando o carro em frente  um parck extremamente colorido onde havia milhares de pessoas . Desci do carro e fui para o lado dele e o abracei pela cintura , seu braço contornou meu pescoço e beijou o lado da minha testa .

Andamos em praticamente em tudo , bate-bate , Gwazi ,Dragon Challenge , Big Thunder Mountain Railroad , e andariamos ainda muito mais , paramos em uma barraquinha onde quem conseguisse derrubar os alvos levaria um prêmio de gratificação . Ele pegou a arma com chumbinhos e mirou em uma garrafa . Não sei o que ele fez mais só bastou três balinhas redondas para acabar com o jogo , acertando duas garrafas em cada tiro , o rapaz jovem boa pinta que ficava na barraca o parabenizou e lhe entregou um urso enorme , Justin pegou e me deu . Agarrei o urso e saímos andando , Justin começou a ficar estranho olhava pros lados procurando alguma coisa até ele parar de uma vez de andar e me puxar pra mais perto .

Justin: vamos ! -ele mantia seus olhos fixos em algum lugar que eu não conseguia ver-

_Amor , o que ouve ? -disse o cutucando em seu braço-

Justin: vamos embora .

_Ah , mais por que ? tá tão bom...

Justin: agora! -ele começou a me puxar rápido entre a multidão até o lugar onde havia estacionado , ele abriu a porta e me colocou dentro já trancando ela e ocupou o seu lugar dando a partida sem perder tempo , o parck aos poucos foi sumindo-

_Justin , o que está acontecendo ?

Justin: não foi nada -ele se mantia sério olhando pro retrovisor-

_Como nada ? me explica então o por que de sairmos daquele jeito ? -me ajeitei no banco e coloquei o urso atrás-

Justin: por que já  estava ficando tarde -não sei se já falei pra você mais ele é um PÉSSIMO mentiroso-

_Você é um péssimo mentiroso .

Justin: não estou mentindo -ele olhava direto para trás-

_E por que fica olhando direto pra esse retrovisor ?

Justin: PORRA (SN) NÃO ENCHE O SACO!

_CALA A BOCA -disse no mesmo tom o desafiando , ele fechou os olhos e respirou fundo e abriu novamente lambendo os lábios-

O clima ficou tenso até chegarmos em casa , já estava tudo escuro .  Saltei do carro antes dele e caminhei até a casa sem se importar de pegar o urso , subi para o quarto mais não o dele fui direto para o de Pattie pegando uma roupa dela , é já estava muito mal acostumada . Entrei no banheiro dela e tomei um banho quente sem molhar os cabelos . Sai já vestida com uma camisola de seda , sai do quarto apagando a luz e desci as escadas , enquanto descia ouvi Justin alterado no telefone andando pro lado e para o outro mais assim que me viu tratou logo de finalizar a ligação com qualquer que estava falando e subiu me ignorando , é esse o joguinho dele ? então vamos jogar .

9 comentários:

  1. mdsssss mt perfeito cara, mt perfeito msm, aaai mdss ta mt perfeito aushausuhsuhauhsuhs

    ResponderExcluir
  2. Perfeitoo,perfeitoo,perfeitoo
    Agora to curiosaaaa ... kkkk

    ResponderExcluir
  3. Continuaaaaaaaaaaaaaaaaaaa....I carai agora a parada ficou séria kkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Poxaaa cade o capitulo 35 ?? esta demorando dms para postar )=

    ResponderExcluir